Especialidades

Implantodontia

Há muito tempo homem busca substitutos para estruturas dentárias perdidas. Aproximadamente 60 anos Brannemark desenvolveu uma técnica capaz de substituir as estruturas de suporte dentário por pinos e/ou parafusos feitos de titânio, com segurança e previsibilidade.

Esses são os famosos implantes dentários o quais ouvimos tanto falar hoje em dia. Com uma evolução no formato dos mesmos (cilíndricos, cônicos, encaixes em forma de hexágono ou cone morse, etc) e um aperfeiçoamento  em sua técnica, podemos afirmar que hoje em dia a odontologia avança na mesma velocidade da informática, ou seja a cada dia surge algo novo.

Estes implantes são colocados na estrutura óssea, e normalmente, após 3 meses os mesmos encontram-se ósseointegrados (tão unidos ao osso, que de certa forma poderia dizer que os mesmos encontram-se “soldados” ao osso). Mas se demora 3 meses no mínimo para haver esta união.

O que seria a “Carga Imediata”?
Carga imediata consiste em uma técnica na qual instalamos o implante em condições extremamente favoráveis, e logo no momento da cirurgia ou em até 7 dias, já colocamos um elemento protético(dente) sobre este implante. Deve ser avaliado com muito cuidado para utilizar esta técnica, pois não é em todos os casos que ela pode ser realizada.

Mas então você me pergunta: Se os implantes dentários são parafusos ou pinos colocados no osso, o que seria esta técnica dos “implantes sem cortes”? Esta técnica pode ser relacionada com o termo “Prototipagem”. Consiste em se fazer um protótipo (modelo) do osso da maxila(parte de cima) ou da mandíbula(parte de baixo), obtido por meio de Tomografia computadorizada, com o qual seu cirurgião dentista realizará um guia ainda no modelo. Com este guia ele poderá realizar sua cirurgia sem precisar fazer o corte na gengiva , porém da mesma forma, deverão ser seguidos todos outros processos como anestesia e perfuração para instalação dos implantes. Como na carga imediata deve ser realizado um estudo criterioso antes de indicar esta técnica.

Nós do Centro Odontológico Pio XII procuramos sempre a constante atualização de nossas técnicas e produtos, sem deixar de lado a segurança de nossos pacientes. Não é por acaso que se temos um nome a zelar e estamos há 33 anos no mercado. Contamos com especialistas em cada área da Odontologia para oferecer um tratamento de qualidade, com respeito e previsibilidade para nossos clientes.

Dúvidas

Quais os fatores que contribuem para o sucesso do implante?
Para que o tratamento tenha sucesso, é necessário considerar alguns fatores: – Ótima higiene – Manutenção a cada 06 meses – Nunca utilizar métodos caseiros para solucionar qualquer problema com a prótese (ex. usar cola tipo super-bonder). – Em caso de dúvida, entrar em contato direto com o seu dentista.

Quais são os riscos da cirurgia?
Mínimos. A cirurgia é feita, normalmente, com anestesia local e é muito mais simples que outros procedimentos cirúrgicos odontológicos, como a extração de um dente incluso, por exemplo. O pós-operatório é muito bom e na maioria dos pacientes não relata qualquer incomodo maior.

A prótese é colocada imediatamente após a cirurgia de implante?
Sim, dependendo do caso. O que determina esse procedimento é a qualidade óssea do paciente e a estabilidade do implante na hora da cirurgia. Para os casos de próteses totais, elas são colocadas 3 ou 4 dias após a cirurgia e, em casos de próteses parciais, muitas vezes, não fica nenhum dia sem a prótese. Quase sempre as próteses são provisórias, sendo substituídas depois de alguns meses pelas definitivas.

 

Evite problemas com seus implantes dentários

As visitas regulares ao seu dentista faz parte da manutenção dos implantes e das próteses.

A manutenção dos implantes se divide e são feitas de duas maneiras distintas:
1) Cuidados diários em casa
2) Cuidados profissionais no consultório.

A higienização e a manutenção de prótese e de implantes dentários é uma tarefa fácil e pode ser realizada praticamente da mesma forma que a pessoa fez ou faz com seus dentes naturais, com o uso de escovação após as refeições, o uso de fio dental e antissépticos bucais. Evitando assim, cáries nos dentes remanescentes (se for o caso), gengivites, periodontites e periimplantite (inflamação do osso e mucosa ao redor do implante).
Apenas alguns modelos de implantes, como os protocolo de Branemark, exigem uma atenção especial e diferenciada quanto à higienização.
A higienização de outros tecidos, como osso e mucosa devem ser feitos diretamente no consultório por profissional habilitado.

Sequência de visitas ao Dentista para usuários e portadores de Implante Dentário:
* Primeiro ano
As visitas no primeiro ano após a cirurgias para acompanhar o processo de cicatrização variam em cada caso devido a osseointegração dos implantes. Para isso é necessário realizar exames de imagem (raio x ou Tomografias).

* Segundo ano 
Para acompanhar a saúde e a preservação dos tecidos ósseos e gengivais em torno dos implantes. Evidencia placas, indutos, desgastes, fraturas, perda de osso, inflamação de de tecidos em geral, necessidades de reaperto e ou troca de parafusos.

*Retornos periódicos
Todo ano é necessário fazer o controle.

*Quinto ano
No caso de prótese totais em acrílico (protocolo de Branemark) é uma data limite para verificar o desgaste e trocar toda a parte de acrílico (dentes e mucosa artificial), assim como alguns componentes (como parafuso da prótese). Os casos de rotina e habituais são resolvidos no consultório, porém os reparos e troca de dentes podem demorar e não ficam prontos imediatamente (tem de ir para o laboratório). Para todas as etapas é necessário realizar exames de imagem (raio x ou Tomografias).

Agende um horário com seu dentista e já leve uma raio x panorâmico para encurtar as visitas.

Prof. Dr. Vitorio Bonacin Filho 
CRO 2925